Menu Lateral
 
Santa Cruz de Minas, 26 de Setembro de 2017 :: 80 visitantes online.

Santa Cruz no combate ao Aedes Aegypti

Publicado em 24/02/2016 00:00:00


A prefeitura municipal de Santa Cruz de Minas através da secretaria de saúde continua o combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além do fumacê, diversas ações estão sendo realizadas. Na manhã desta quarta-feira, dia 24, foi a vez dos agentes de saúde juntamente com homens do exército visitarem as casas para retirarem os focos do mosquito além de orientar os moradores como procederem. A prefeita Sinara Campos, esteve presente e na oportunidade disse que a administração está fazendo a sua parte, mas é necessário que a população também contribua cuidando de sua casa e também vigiando a residência do vizinho para que não haja nenhum foco do mosquito. Orienta ainda que se sentir qualquer sintoma procurar o posto de saúde ou PSF’s da cidade. Seguem algumas dicas pra eliminarmos os focos do Aedes Aegypti: Não deixe acúmulo de água. A água da chuva pode se acumular em garrafas, pneus, ou qualquer outro reservatório. Após os períodos de chuva, verifique se não ficou água acumulada em algum local. pó de café nos pires dos vasos e, então, coloque água. A água contida é suficiente para manter as plantas vivas, mas sem ser um ponto de depósito dos ovos do mosquito da dengue. Faça furos nos pneus velhos. Os furos permitem que a água acumulada escorra, não ficando parada e, assim, evitando que o mosquito se reproduza. Cuidado com a caixa d’água. A caixa d’água é um excelente reservatório para os ovos da dengue. Mantenha-a sempre fechada e a limpe frequentemente com produtos especializados para a limpeza de caixas. Isso também vale para poços, cisternas e caçambas que se acumulam água. Remova folhas e galhos das calhas. Esses objetos, assim como outros (flores, pedaços de garrafa, etc) impedem que água escoe e então, se acumula. Verifique semanalmente o estado de calhas, canos e ralos. Evite cultivar plantas aquáticas. A água das plantas aquáticas é limpa e propícia para a reprodução da dengue. Durante o pico da dengue, plante outros tipos de planta. Mantenha latas e garrafas emborcadas para baixo. Isso evita que a água da chuva se acumule e fique parada por muito tempo. O ideal é jogar garrafas, latas e latões fora ou não deixá-los expostos. Use telas protetoras. A tela protetora evita que os mosquitos entrem na sua casa, mas não impedem que ele se reproduza. O uso de telas e tecidos nas janelas é uma medida complementar e deve ser associada às outras práticas para evitar a reprodução do Aedes. Cuide das piscinas. As piscinas são normalmente difíceis de tratar por possuem um volume grande de água. Se você não a está utilizando, cubra-a com uma lona. Trate a água da piscina com cloro e outros desinfetantes de água. Preste atenção ao lixo. Muitas pessoas pensam que os lixos, por acumularem água suja, não apresentam perigo à dengue. Mas a verdade é que se há água acumulada, há a possibilidade de reprodução do mosquito. Para isso, vede os sacos de lixo e não os deixe expostos. É sempre bom lembrar o melhor tratamento é a prevenção. ‪#‎todoscontraoaedesaegypti‬ Administração 2013/2016, a cada dia que passa uma nova cidade para você.

http://santacruzdeminas.mg.gov.br


Mais Notícias

(c) 2017 - Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Minas
Endereço: Praça da Liberdade, nº 0 Cep: 36.328-000 - Cidade: Santa Cruz de Minas / MG
Tel.: (32) 3371-6126 - Email: administracao@santacruzdeminas.mg.gov.br

Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: